Viagem ao Sobrenatural

“Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus” (Deuteronômio 18:9-13)

Testemunho Viagem ao Sobrenatural de Roger Morneau. As experiências e recordações da infância e da guerra haviam levado Roger Morneau para longe de Deus de tal maneira, que ele agora O odiava. Depois da guerra, Roger foi levado, através de um amigo, a adorar demônios. Então, ele descobriu as boas novas de um Deus amoroso, e sentiu o desejo de cortar os laços de adoração aos espíritos.

Aqui Roger Morneau narra sua própria história de como o socorro divino o livrou do terrível mundo do satanismo.

Roger J. Morneau faleceu em 22 de setembro de 1998, aos 73 anos de idade.

Assista ao testemunho abaixo.

Obs.: Após a reprodução da primeira parte, as outras serão reproduzidas automaticamente por meio de uma lista de reprodução.


Para realizar os downloads dos vídeos acesse o link: Viagem ao Sobrenatural

Para realizar o download do livro (PDF com imagens) acesse o link: Viagem ao Sobrenatural

REFLEXÃO: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo” (Efésios 6:11)

Fonte: A Voz do Terceiro Anjo

Cristãos perseguidos

"Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa" (Mateus 5:10,11)



REFLEXÃO: "Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós" (Mateus 5:12)

A importância da leitura

(John Wesley, em 17 de agosto de 1760 em carta a John Trembath)

“Ora, a quem ensinará ele o conhecimento? E a quem fará entender a mensagem? Aos desmamados, e aos arrancados dos seios? Pois é preceito sobre preceito, preceito sobre preceito; regra sobre regra, regra sobre regra; um pouco aqui, um pouco ali” (Isaías 28:9, 10)

"O que tem prejudicado a sua vida no passado e, lamento dizer, até hoje, é a sua negligência quanto à leitura. Negligência tal que, por sua vez, chega a prejudicar até o próprio desejo de ler.

Dificilmente me recordo de um pregador que leia tão pouco. Eis a razão porque seu talento em pregar não aumenta. Você continua pregando como pregava há sete anos; com emoção, porém sem profundidade. Falta variedade e conteúdo.

A leitura poderá preencher estas lacunas com meditação e oração diária. Você prejudica a si mesmo em omitir tal prática.

Desprezo à leitura impede alguém de ser um pregador maduro. Até para ser um cristão íntegro é mister a leitura adequada. Queira Deus que começasse logo!

Separe uma parte do dia para este exercício. Assim adquirirá o sabor por aquilo que faltava; o que parece monótono no início se tornará com o tempo um prazer.

Com ou sem disposição leia e ore diariamente. É para a sua própria vida; não existe outro caminho. Faltando isso será para sempre um pregador superficial."

REFLEXÃO: “Cuidai pois de vós mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele adquiriu com seu próprio sangue” (Atos 20:28)

Fonte: Púlpito Cristão

Onde estão, ó morte, as tuas pragas?

(por Marcio)

“Os teus mortos viverão, os seus corpos
ressuscitarão; despertai e exultai, vós que habitais no pó; porque o teu orvalho é orvalho de luz, e sobre a terra das sombras fá-lo-ás cair” (Isaías 26:19)

Hoje o dia não foi mais um daqueles comuns, definitivamente não. Como bem disse o amigo Willian, o diabo não pode mais exercer o seu mísero poder sobre esta especial filha de Cristo (foto), nossa querida irmã Yolanda. Hoje nós perdemos o privilégio da sua presença, perdemos a sua companhia, perdemos a sua voz... ela agora se mistura ao pó da terra e dorme nos braços amorosos do Senhor. Em compensação, o céu todo se alegra pela certeza de que "naquele dia" a "nuvem da alegria" estará ainda mais completa com a presença desta legítima filha de Deus, já incorruptível, imperecível. Como igreja, não temos dúvidas que seu nome está registrado nas páginas do Livro da Vida e que um novo nome escrito em uma pedrinha branca já está a esperá-la.

Ela foi uma daquelas filhas do Senhor fervorosas, que sempre exclamava com vontade uma palavra de louvor e gratidão guardada no coração. Sempre estava em todos os cultos e estudos. Sua vida? seu Deus, sua família, seus netos - sua Naomi. Verdadeira serva. Verdadeiro exemplo. Exemplo de dedicação, de abnegação, de intercessora, mãe e avó. Sua alegria era entoar louvores em nosso coral. Estava sempre em todos os ensaios, em todos os eventos.

Lembro do dia em que tirei esta foto. Nossa filhinha tinha ainda poucos dias e ela não obstante, pegou sua netinha, sua bíblia, sua condução e veio nos visitar. Presenteou nossa querida com uma boneca de porcelana linda e mais ainda nos presenteou com textos bíblicos e uma linda oração. Pudemos sentir de perto o conforto daquela visita! Sentimos de perto um amor ativo, daqueles que geram lágrimas por sua simples palavras e presença. Que bela amiga temos em Cristo Jesus.

Olhando outra cena, a cena de hoje, pude ver apenas uma alma já sem o fôlego de vida, marcada pelos traços do sofrimento de um mundo que perece na dor dos seus pecados. Contudo, pude perceber um rosto sereno e tranquilo, um rosto poupado da dor pelo Senhor, pela sua misericórdia e amor, principalmente por seres humanos como ela, que dedicam suas vidas inteiras em nome de Cristo e Seu causa. A certeza da sua salvação nos dá o conforto que somente podemos observar em semblantes contagiados pelo amor de Deus e Sua paz.

O sábio Salomão inspiradamente escreveu: "Tudo tem o seu propósito determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer..." (Eclesiastes 3:1,2). O tempo dela certamenmte chegou. Estou longe de saber quais foram os propósitos da Dna. Yolanda ter vivido nesta terra; Deus o sabe. Sei apenas que fará muita falta em nosso meio, pela pessoa agradável, pela exemplo de fé e perseverança na oração em prol de outros. Em contra partida, também há tempo de nascer. Oro a Deus pela nossa filhinha de apenas 100 dias, e que o propósito dela seja parecido com a da nossa amiga - ser uma benção, fazer o bem, amar os seus e acima de tudo, viver para Deus.

A vida e a morte da Dna. Yolanda, sua história, seu amor e preocupação com os outros (em especial com a sua família), me deixou uma lição bem diferente das mensagens que encontramos em adesivos dos carros de hoje: "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo” (Gálatas 6:2).

REFLEXÕES: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?” (Jo 11:25,26)

“Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor” (I Tessalonicenses 4:16-17)

Humildade

(adaptado do texto do Pr. Renato Vargens)

Bem aventurados os humildes de espírito, pois dos tais é o Reino dos céus” (Mateus 5:3)

Essa afirmação de Jesus Cristo foi um grande escândalo no primeiro século. Isto porque, tanto o pensamento como a filosofia grego-romana consideravam desprezíveis pessoas que valorizassem virtudes como a humildade. Tanto para os gregos como romanos, a humildade estava relacionada aos fracos, aos débeis, doentes e incompetentes.

Para a classe dominante, nunca, em hipótese alguma, pessoas bem sucedidas na vida, deveriam cultivar valores como simplicidade e humildade. No entanto, Jesus como Filho de Deus se contrapôs a valores como esses afirmando categoricamente, que o Reino de Deus não é propriedade dos soberbos e arrogantes desta vida, antes pelo contrário, só é possível herdá-lo mediante simplicidade e singeleza de coração.

Thomas brooks, afirmou certa vez: “Os homens mais santos são sempre os mais humildes”. Robert Leighton, disse: As melhores amizades de Deus são homens humildes. Em outras palavras isto significa, que quando mais próximos de Deus estivermos, menos arrogantes seremos.

Jonathan Edwards costumava dizer que um “homem verdadeiramente humilde é consciente da diminuta extensão de seu próprio conhecimento, da grande extensão de sua ignorância e da insignificante extensão de seu entendimento comparado com o entendimento de Deus. Ele é consciente de sua fraqueza, de quão pequena sua força é, e de quão pouco ele é capaz de fazer. Ele é consciente de sua distância natural de Deus, de sua dependência dele, da insuficiência de seu próprio poder e sabedoria; e de que é pelo poder de Deus que ele é sustentado e guardado; e de que ele necessita da sabedoria de Deus para lhe conduzir e guiar, e de Seu poder para capacitá-lo a fazer o que ele deve fazer para Ele.”

Na perspectiva do Reino é importante que entendamos que só alcançamos o trono do altíssimo descendo as escadas. Terminantemente as Escrituras afirmam que Deus exalta os humildes e abate os soberbos. Ora, o trajeto que os vencedores traçam nunca foi e nunca será o caminho da presunção e da prepotência, antes pelo contrário, os vencedores carregam em si a marca indelével da humildade e da simplicidade. Portanto lembre-se: Os que vencem na vida são aqueles que optaram em serem amigos de Deus.

REFLEXÃO: “Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra” (Apocalipse 22:12)


Fonte: Blog do Pr. Renato

Dia de trabalho

"Mas Ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e Eu trabalho também" (João 5:17)

Um pastor, administrador de uma instituição, disse certa vez: “Trabalhamos aqui cinco dias por semana, e no sábado, quando os irmãos descansam, o nosso trabalho dobra.” Ele estava se referindo às muitas atividades pastorais exercidas na igreja, durante o dia de sábado, e que às vezes são mais cansativas do que o trabalho diário.

Quando os fariseus criticaram a Jesus por permitir que Seus discípulos colhessem espigas no sábado, um dos argumentos que Jesus usou foi: “Não lestes na Lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa?” (Mt 12:5). Ele estava Se referindo às atividades religiosas, executadas no templo, aos sábados, em que o trabalho do sacerdote também era dobrado: “No dia de sábado, oferecerás dois cordeiros de um ano, sem defeito, e duas décimas de um efa de flor de farinha, amassada com azeite, em oferta de manjares, e a sua libação” (Nm 28:9). Durante a semana, no sacrifício diário, era oferecido apenas um animal, mas no sábado o sacrifício era duplicado, com o oferecimento de dois cordeiros.

Imagine o trabalho que esses sacrifícios envolviam: manter o fogo aceso (bem mais complicado do que fazer isso hoje), matar e preparar os animais, colocá-los sobre o altar e uma porção de outras tarefas. Qualquer desses atos, se cometido por uma pessoa comum, seria transgressão da lei. Mas para o sacerdote isso era lícito, pois tratava-se de um trabalho espiritual que precisava ser realizado no templo.

Nas curas que Jesus efetuou no sábado, Ele procurou ensinar que “é lícito, nos sábados, fazer o bem” (Mt 12:12). Se uma ovelha cair numa cova no dia de sábado, é lícito tirá-la de lá. E a conclusão de Cristo era irrespondível: “Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha?”

Portanto, é lícito no dia de sábado praticar obras de caridade, que minorem a dor do próximo. É também um dia muito apropriado para se levar cura espiritual a alguém, dando-lhe estudos bíblicos, explicando-lhe as Escrituras e a vontade de Deus. É licito ainda visitar doentes, ir a asilos, orfanatos, ou a qualquer outro lugar em que possamos confortar alguém e partilhar a esperança da vida eterna.

A carpintaria de Jesus ficava fechada aos sábados. Mas Ele era visto nesse dia na sinagoga, lendo as Escrituras e interpretando-as. Também era visto nas ruas levando cura física e espiritual a quem delas precisasse. Por tais atos, Jesus demonstrou o verdadeiro espírito que deve permear a observância do sábado.

Fonte: MM 2010

REFLEXÃO: “Chegando a Nazaré, onde fora criado; entrou na sinagoga no dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler” (Lucas 4:16)

Billy Graham e os Dez Mandamentos

"A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos" (Salmos 19:7-8)


video


Billy Graham responde no website de seu ministério:

"Será que Deus ainda espera que guardemos os Dez Mandamentos? Eles não perderam a validade, uma vez que foram dados a milhares de anos atrás e o mundo é tão diferente hoje?

Os Dez Mandamentos são tão válidos hoje como quando Deus lhes deu a Moisés há mais de 3000 anos. Jesus disse, 'Eu afirmo a vocês que isto é verdade: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei - nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas.' (Mateus 5:18).

Sim, é verdade que vivemos num mundo muito diferente. Mas se isso significa alguma coisa, precisamos ainda mais dos Dez Mandamentos hoje, pois vivemos num momento de grande confusão moral e espiritual. Como podemos saber o que é certo ou errado? Existem apenas duas maneiras: Fazer tudo por nós mesmos ou depender de Deus para nos mostrar. Mas Deus sabe o que é melhor para nós, e quando rejeitamos Sua vontade para nós, acabamos no caos moral e espiritual.

Você já analisou com cuidado e honestamente os Dez Mandamentos? (Pode encontrá-los em Êxodo 20:1-17). Quando o fizer, poderá surpreender-se por sua brevidade, mas também pelo quanto eles cobrem. Não somos todos beneficiados quando as pessoas não se matam umas às outras, não roubam, não desonram seus votos matrimoniais? É claro! Mas a questão que enfrentamos não é apenas saber se você vai ou não seguir os Dez Mandamentos. A verdadeira questão é que lugar Deus ocupa em sua vida. Já se colocou à margem dEle, por assim dizer? Por quê? Em vez disso, coloque Deus no centro da sua vida por se comprometer com Cristo."

Fonte: Billy Graham's Site

Obs.: (Prof. Azenilto de Brito): Ao citar estas palavras do famoso pregador, a reação que encontro às vezes é de crentes buscando denegrir a imagem dele, dizendo que é um "ecumenista" ou até "maçom".

Eu perguntaria se os pioneiros batistas, presbiterianos, metodistas, anglicanos, congregacionais, luteranos também eram "ecumenistas" e "maçons" pelos séculos XVI, XVII e XVIII ao estabelecerem as confissões de fé de suas Igrejas, pois O QUE ENSINAM É A MESMA COISA. . .

Billy Graham está apenas sendo coerente com o pensamento oficial das Igrejas-mãe das quais tantas outras derivaram, embora seus membros em geral ignorem esses fatos, dada a tremenda lavagem cerebral do neo-antinomismo dispensacionalista que passou a dominar o pensamento cristão evangélico a partir de fins do séc. XIX e início do XX.

Nota: (Gilberto Theiss) - Deus tem levantado pessoas sinceras e que não são adventistas para defenderem os 10 mandamentos da lei de Deus. Conheço outros pastores evangélicos que embora ainda não sejam adventistas, defendem com muita audácia a validade dos 10 mandamentos para nossos dias e inclusive o sábado bíblico que é o 4º mandamento.

Por ai se ensina uma graça muito barata. Uma apologia de graça que não é bíblica. Graça sem lei não é graça, assim como que lei sem graça não é lei. A lei não salva, apenas mostra nossa situação diante de Deus, e é ai que a graça entra, pois só ela salva, só a graça nos dá força para vencer, só a graça nos levantará de nossas quedas. A graça é o próprio Cristo com seu sacrificio expiatório na cruz. A lei não perde sua validade diante da graça, pelo contrário, a lei mostrando nossa situação de pecado (I João 3:4) nos mostra que precisamos da graça que é Jesus. Portanto a lei nos leva até Cristo.

Tenho percebido que alguns tem defendido a extinção da lei de Deus por não desejarem em verdade deixar suas vidas de pecado. Ensinar que não existe lei e que só a graça basta é mais fácil e popular. As igrejas ficarão mais cheias, os dízimos serão maiores e a vida continua, sem muitas mudanças. A vontade de Deus é deixada de lado e a vontade humana é que predomina. Um Deus transcedente vira imanente e assim Deus passa a gostar e aceitar das coisas que eu gosto e aceito. Religião do sentimento. Se eu sinto que não é pecado, pratico e acredito que Deus me aceitará dessa forma. Para ilustrar isso, vou contar dois casos reais e interessantes, mas vou poupar nomes para não ferir imagens de ninguém.

Uma pastora de uma igreja evangélica pentecostal, certa vez estava cometendo adúltério. Ao a igreja descobrir exigiram respostas. Simplesmente essa pastora levantou a bíblia e disse que a graça de Jesus era suficiente pra ela independente do que ela faça.

Outra história é semelhante. Nesta história eu fui testemunha ocular. Um pastor me procurou certa vez para discutir a bíblia comigo por eu estar estudando a bíblia com alguns membros de sua igreja. Veio a minha casa para provar pra mim que a lei de Deus foi extinta e que só existe a graça. Depois de algun tempo em que insistia em dizer que não precisamos guardar a lei, pois disse que Jesus já fez isso por nós, perguntei-lhe: "Pastor, se você viver com duas mulheres, será salvo?" Ele respondeu que sim porque estava na graça. Então lhe fiz uma segunda pergunta: "Pastor, então qual a diferença entre você e qualquer lá fora que vive na baderna?" E ele me respondeu assim: "Eu serei salvo vivendo com duas mulheres porque a graça de Cristo me basta, mas eles serão perdidos porque não vivem na graça." Misericórdia. Foi ai que entendi que a graça sem lei ensinada por muitos, na verdade tem sido difundida dessa forma para não ter que se confrontar com seus próprios pecados.

"Pecado é a transgreção da lei" I João 3:4 - Portanto se não existe lei, não existe pecado, e se não existe lei e pecado, também não existe pecador. Se não existe lei, pecado e pecador, logo também não existe salvação, se não existe lei, pecado, pecador e salvação, logo não poderia existir um Salvador.

A maior prova de que os 10 mandamentos jamais mudaram foi que Jesus morreu na cruz. Ele poderia ter anulado a lei sem ter que morrer, pois é Deus e pode qualquer coisa, mas se Ele morreu na cruz é porque a lei não poderia ser mudada, pois Deus a criou para um propósito perfeito e eterno (Salmos 19:7; Salmos 111:7 e 8), e o que é perfeito não se muda, porque Deus não muda (Mal. 3:6; Salmos 89:34; Tiago 1:17; Mat. 5:17; Ecles. 3:14).

"As obras das suas mãos são verdade e juízo; fiéis todos os seus mandamentos. Permanecem firmes para todo o sempre; são feitos em verdade e retidão". Salmos 111:7 e 8.

"Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas, não vim para mudar, vim para cumprir (Obedecer)". Mateus 5:17

"E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei". Lucas 16:17

"Se me amais guardareis os meus mandamentos" S. João 14:15

"Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados". I João 5:3

"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo o homem". Eclesiastes 12:13

De que forma seremos julgados? faça o paralelo com os textos abaixo:

"Porquanto tem determinado um dia em que com JUSTIÇA há de julgar o mundo". Atos 17:31

"A Tua JUSTIÇA é uma justiça eterna" Salmos 119:142

"A JUSTIÇA dos teus TESTEMUNHOS é eterna". Salmos 119:144

"E deu a moisés quando acabou de falar com ele no monte Sinai, as DUAS TÁBUAS DO TESTEMUNHO, tábuas de pedra, escrita pelo dedo de Deus". (Ou seja, os 10 mandamentos, Êxodo 20:3-17).

"Acerca dos teus TESTEMUNHOS, soube, desde a antiguidade, que Tu os fundastes para sempre". Salmos 119:152

"A minha língua falará da Tua palavra, pois todos os teus MANDAMENTOS são JUSTIÇA". Salmos 119:172

João em muitas de suas visões, viu que nos final dos tempos o povo de Deus seria perseguido pelo dragão (Satanás). É interessante notar que este povo é apresentado como que guardando os mandamentos de Deus.

"Irou-se o dragão contra a mulher, e foi pelejar contra seus descendentes, os que GUARDAM OS MANDAMENTOS DE DEUS, e tem o testemunho de Jesus". Apoc. 12:17

Interessante notar que não são apenas os adventistas que são perseguidos por guardarem o sábado e a lei. Até evangélicos sinceros que quando começam a defender e guardar os mandamentos de Deus, são perseguidos e ridicularizados por seus pastores e opositores. Conheço um líder de uma igreja pentecostal que está começando a guardar o sábado, e por esta razão tem sofrido perseguição por seus pastores. Inclusive está se mudando porque a casa em que mora é da tal igreja. Se voltar atrás e aceitar os ensinamentos que abolem o sábado e a lei, ele fica, senão, vai ter que sair mesmo. Também conheço a história de um pastor de uma determinada igreja evangélica que começou junto com a família guardar o sábado e por esta razão foi transferido para lugares e regiões onde geralmente são reservados para pastores que precisam aprender certas lições. Uma espécie de disciplina eclesiástica. Me lembro muito bem também de um grupo de jovens na qual estavam estudando a bíblia comigo, e quando foram indagar com seu pastor sobre estas verdades que estavam aprendendo sobre o sábado e a lei de Deus, foram ameaçados pelo tal pastor. Será que encontramos nessas histórias um cumprimento fiél de apocalipse 12:17? Bom, faça um teste e diga para seu pastor e para sua igreja que está guardando os mandamentos de Deus e inclusive o 4º, o sábado, e verá como ficam furiosos e se tornam perseguidores. Mas chegará um dia em que aos milhares, pessoas se converterão e sairão de babilônia (Babilônia = Todas igrejas falsas. Igreja Mãe e igrejas filhas), para guardar a odiada lei de Deus, ai sim veremos uma grande perseguição como nos tempos da idade média.

Apelo Final:

Nós seres humanos sempre buscamos nos espelhar em alguém. Não gostaria você de se espelhar naquele que jamais erra? Naquele que jamais engana? Em I João 2:6 nos apela para "andar como Cristo andou". Portanto Deus quer que imitemos a Jesus e seu caráter. Nosso exemplo maior foi dado. Não é ser humano algum, não são pastores, o nosso exemplo maior que devemos seguir é o próprio Jesus Cristo. Se devemos andar como Ele andou, então devemos obedecer a Deus guardando os seus mandamentos. Veja:

"Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor". S. João 15:10.

E até o sábado que é o 4º mandamento Jesus observou:

"E chegando a nazaré onde fora criado, entrou num dia de sábado segundo o SEU COSTUME, na sinagoga, e levantou-se para ler." Lucas 4:16.

Gostaria você também de guardar os mandamentos de Deus assim como Jesus os guardou? Gostaria de andar como Ele andou? Gostaria de ter os mesmos costumes que tinha Jesus? Ele é nosso exemplo e não seres humanos falhos, mentirosos, enganadores ou falsos. Por mais sincero que sejamos e por mais que tenhamos boas intenções, o modelo a ser seguido ainda continua sendo a Jesus e sua palavra.

Um dia um pastor me disse que Jesus guardou o sábado mas que isso foi antes de sua morte na cruz. Então respondi da seguinte forma:

"E era o dia da preparação e amanhecia o sábado. E as mulheres que tinham vindo com ele da galiléia, seguiram também e viram o sepulcro, e como foi posto o seu corpo. E, voltando elas, prepararam especiarias e unguentos; E NO SÁBADO REPOUSARAM CONFORME O MANDAMENTO." Lucas 23:54-56.

Nesta situação Jesus já tinha até descido da cruz. E se disserem agora que a mundança foi na verdade depois da ressurreição, terão pelo menos dois sérios problemas para resolver:

1º - Não existe nenhum texto bíblico dizendo que o sábado mudou para o domindo ou para dia nenhum. Usam textos como de romanos 14 e de colos. 2 por não saberem distinguir entre os dias festivos do santuário e o dia do Senhor.

2º - Terão que explicar porque Paulo ia a igreja apenas aos sábados pregar tanto para Judeus quanto para Gentios. Veja bem, para Judeus, tudo bem, existe uma desculpa, mas e para os Gentios que não guardavam o sábado, queria ele incutir na mente dos Gentios o sábado dos Judeus ou o sábado dos mandamentos? Atos 13: 14,27,42,44,48; 16:12 e 13; 18:4,11.

Não nos esqueçamos que assim como Jesus tinha por costume estar na igreja no sábado e não no domingo, Paulo também tinha o mesmo costume. Com certeza ele seguiu o exemplo maior, Cristo.

"E Paulo, como tinha por COSTUME, foi ter com eles; e por três sábado disputou com eles sobre as escrituras". Atos 17:2.

E para finalizar:

"É lícito fazer o bem nos sábados" Mateus 12:12

Jesus enfrentou os fariseus na forma errônea de se guardar este dia. Deus não é irrazoável em dar ao homem um mandamento como o sábado. Existem propósitos espirituais neste mandamento. Deus é sábio demais para cometer erros. O problema é o ser humano que quer fazer as coisas de seu jeito e não do jeito de Deus. Jesus bateu de frente com os fariseus quanto a guarda do sábado, porque eles estavam tornando esse dia um fardo. Guardando-o no campo do extremismo. Essa é a tática de satanás, quando ele não consegue nos levar ao liberalismo, então trata de nos levar para o fanatismo e extremismo das coisas. Agora medite bem nisso: Se é LÍCITO fazer o bem nos sábados como disse Jesus, quer dizer que existiam e existem coisas ILÍCITAS de se fazer no sábado. Pare e medite nisso. Jesus quer que guardemos o sábado sim, senão não seria um mandamento. Mas existe a forma correta de se obedecer este mandamento, a começar por amor.

A guarda do sábado tráz bençãos especiais para os que obedecem a Deus neste mandamento precioso (Isaias 58:13,14)

REFLEXÃO: "Mais importa obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

Fonte: Blog do Gilberto Theiss
Related Posts with Thumbnails