Onde estão, ó morte, as tuas pragas?

(por Marcio)

“Os teus mortos viverão, os seus corpos
ressuscitarão; despertai e exultai, vós que habitais no pó; porque o teu orvalho é orvalho de luz, e sobre a terra das sombras fá-lo-ás cair” (Isaías 26:19)

Hoje o dia não foi mais um daqueles comuns, definitivamente não. Como bem disse o amigo Willian, o diabo não pode mais exercer o seu mísero poder sobre esta especial filha de Cristo (foto), nossa querida irmã Yolanda. Hoje nós perdemos o privilégio da sua presença, perdemos a sua companhia, perdemos a sua voz... ela agora se mistura ao pó da terra e dorme nos braços amorosos do Senhor. Em compensação, o céu todo se alegra pela certeza de que "naquele dia" a "nuvem da alegria" estará ainda mais completa com a presença desta legítima filha de Deus, já incorruptível, imperecível. Como igreja, não temos dúvidas que seu nome está registrado nas páginas do Livro da Vida e que um novo nome escrito em uma pedrinha branca já está a esperá-la.

Ela foi uma daquelas filhas do Senhor fervorosas, que sempre exclamava com vontade uma palavra de louvor e gratidão guardada no coração. Sempre estava em todos os cultos e estudos. Sua vida? seu Deus, sua família, seus netos - sua Naomi. Verdadeira serva. Verdadeiro exemplo. Exemplo de dedicação, de abnegação, de intercessora, mãe e avó. Sua alegria era entoar louvores em nosso coral. Estava sempre em todos os ensaios, em todos os eventos.

Lembro do dia em que tirei esta foto. Nossa filhinha tinha ainda poucos dias e ela não obstante, pegou sua netinha, sua bíblia, sua condução e veio nos visitar. Presenteou nossa querida com uma boneca de porcelana linda e mais ainda nos presenteou com textos bíblicos e uma linda oração. Pudemos sentir de perto o conforto daquela visita! Sentimos de perto um amor ativo, daqueles que geram lágrimas por sua simples palavras e presença. Que bela amiga temos em Cristo Jesus.

Olhando outra cena, a cena de hoje, pude ver apenas uma alma já sem o fôlego de vida, marcada pelos traços do sofrimento de um mundo que perece na dor dos seus pecados. Contudo, pude perceber um rosto sereno e tranquilo, um rosto poupado da dor pelo Senhor, pela sua misericórdia e amor, principalmente por seres humanos como ela, que dedicam suas vidas inteiras em nome de Cristo e Seu causa. A certeza da sua salvação nos dá o conforto que somente podemos observar em semblantes contagiados pelo amor de Deus e Sua paz.

O sábio Salomão inspiradamente escreveu: "Tudo tem o seu propósito determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer..." (Eclesiastes 3:1,2). O tempo dela certamenmte chegou. Estou longe de saber quais foram os propósitos da Dna. Yolanda ter vivido nesta terra; Deus o sabe. Sei apenas que fará muita falta em nosso meio, pela pessoa agradável, pela exemplo de fé e perseverança na oração em prol de outros. Em contra partida, também há tempo de nascer. Oro a Deus pela nossa filhinha de apenas 100 dias, e que o propósito dela seja parecido com a da nossa amiga - ser uma benção, fazer o bem, amar os seus e acima de tudo, viver para Deus.

A vida e a morte da Dna. Yolanda, sua história, seu amor e preocupação com os outros (em especial com a sua família), me deixou uma lição bem diferente das mensagens que encontramos em adesivos dos carros de hoje: "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo” (Gálatas 6:2).

REFLEXÕES: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto?” (Jo 11:25,26)

“Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor” (I Tessalonicenses 4:16-17)

2 comentários:

Fernando disse...

Poxa Márcio, não estava sabendo. Descobri aqui pelo blog. Uma perda tremenda, mas "felizes os que descansam em Deus", né?

Solange * SOL disse...

Ontem, emocionou-me muito a despedida de nossa irmã Yolanda. E um dos momentos que me emocionou foi o pedido dela á família de que se um dia ela morresse, que colocasse a medalha que ela ganhou do "Encontro de Corais" o qual ela participou esse ano. Ajudei ao Nivaldo, meu esposo - diretor de Música - fazermos esse evento e todo o esforço em promover esse evento foi válido pois dentre eles Deus foi certamente louvado e uma medalha tão simples dada aos participantes, para ela- dona Yolanda- teve um efeito muito importante em sua vida. Comoveu-me muito ao ve-la no caixão com a medalha...

Outro momento que emocionou-me ontem foi relembrar o coral cantando no sábado dia 23/10, o ultimo hino para encerrar o culto "Vou ao lar". Nessa parte do hino onde diz:
"Quando a vida é triste e me encontro só,o meu consolo é pensar que aqui não vou ficar.Eu vou ao lar,onde é meu lugar....
E SE UM DIA A MORTE VIER E ME LEVAR,TRANQUILA ESTOU POIS SEI QUE NESSE LAR EU VOU MORAR.."
Essa parte do hino,dona Yolanda cantou chorando e pôs a mão no coração e depois levantou as mãos para cima... Mal sabia (ou talves tivesse sentindo Deus chamando-a...) que esse era o último hino que ela estava cantando em vida com o coral...

Conversando com seu neto Anderson, ele disse-me que esse hino era um dos hinos prediletos de sua avô...

Certamente na vinda de Cristo, Dona Yolanda e o povo escolhido por Deus cantará nesse enorme coral lá no céus que Ele está preparando para seus filhos.

Façamos um pacto com Deus hoje. Diga a Ele que você deseja fazer parte desse coral um dia lá nos céus...
Que os anjos digam AMÉM.
Que Deus abençoe a todos nós.

SOLANGE * S O L

Related Posts with Thumbnails