Cuidando das Avenidas da Alma

(adaptado do texto do pastor Mark Finley)

“Não entres na vereda dos ímpios, nem andes pelo caminho dos maus. Evita-o, não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo. Pois não dormem, se não fizerem o mal, e foge deles o sono se não fizerem tropeçar alguém” (Provérbios 4:14-16)

O Dr. Shervert Frazier foi diretor do National Institute Of Mental Health, nos Estados Unidos. Ele expressou suas preocupações no livro Psychotrends. Frazier descreve o que ele determinou de "uma sociedade coviolenta, que celebra a brutalidade ao mesmo tempo em que a condena".¹ Por um lado, condenamos publicamente a violência; por outro, a instigamos em nossas crianças por meio da televisão.

Ao mesmo tempo em que condenamos o assassinato, o popularizamos através dos filmes. Condenamos a imoralidade, mas lotamos salas de cinema para vê-la. Os produtores hollywoodianos sabem que sexo e violência vendem. Algo está fundamentalmente errado com nossa sociedade. Nossas crianças são expostas a várias versões do certo e do errado. Elas ouvem com frequência que não há certo nem errado absolutos. São levadas a acreditar que cada um deve decidir o que é certo e o que é errado para si mesmo.

Algumas sociedades se alimentam da violência e se deleitam mos assassinatos transmitidos pela mídia. Por exemplo, um artigo relatou que 23.700 pessoas foram assassinados em um ano nos Estados Unidos. Reflita sobre este fato acerca da brutalidade na televisão: um jovem de 18 anos de idade já assistiu, em média, a 200 mil cenas de violência e em filmes, incluindo 40 mil assassinatos.

Você pode estar se perguntando se a forma de entretenimento a que assistimos faz alguma diferença em nosso processo de pensamento. Estou convencido de que as coisas que vemos influem em nossa personalidade. As pesquisas comprovam a veracidade da informação de que, pela contemplação, somos transformados (ver 2 Coríntios 3:18).

Quando assistimos a 40 mil assassinatos, a mente fica anestesiada em relação a violência. Quando vemos 200 mil cenas violentas na televisão, a mensagem que recebemos é que a violência é um padrão aceitável de comportamento. Porém, precisamos perguntar: isso é aceitável pelos padrões de quem?

Quando enchemos a mente com imoralidade, a mensagem transmitida é de que a imoralidade é uma atividade perfeitamente legítima. O lema de nossa sociedade parece ser o seguinte: "Se você se sente bem, então faça. Se isso lhe traz alegria, faça." Existem quaisquer padrões morais em nossa sociedade? Por que temos taxas tão altas de criminalidade? Por que a violência se encontra tão generalizada? Por que os casamentos estão se esfacelando em números tão alarmantes?

A Bíblia nos fornece algumas respostas concretas a essas questões. A Palavra de Deus revela o motivo pelo qual os padrões morais e valores tradicionais estão se deteriorando de forma tão rápida. E aqui está o problema real: a sociedade virou as costas aos padrões morais estabelecidos por Deus. Ela lançou fora as diretrizes divinas.

A sociedade diz: "A sua mente deve ser o seu padrão." Ela grita: "Ninguém pode lhe dizer o que você deve fazer!" ora, você será capaz de justificar quase tudo se depender somente dos seus processos de pensamento.

O profeta Oséias (8:7) diz: "Eles semeiam vento e colhem tempestade." Nós temos semeado o vento da violência na mídia e estamos colhendo a tempestade do crime. Estamos semeando o vento da imoralidade e estamos colhendo a tempestade do divórcio. Semeando o vento do conteúdo sexual explícito na televisão e colhemos a tempestade de homens com mente perversa que atacam nossas crianças. Trata-se de uma relação de causa e efeito.

Como proteger os valores morais num mundo imoral? Como você pode proteger sua mente? Como você pode proteger a mente dos seus filhos e netos? Como ser moral num mundo imoral?

O Apocalipse fornece algumas respostas bem diretas. Apocalipse significa REVELAÇÃO. É a revelação de Jesus! É a mensagem de Deus sobre o tempo do fim, para o fechamento da história. O último livro da Bíblia tem uma mensagem para a última geração vivendo no planeta Terra.

Por isso, o Apocalipse tem uma mensagem para mim e para você. Ele nos chama à moralidade. Ele nos convida a voltar para os padrões de Deus. Entender esta mensagem é tão importante para nós quanto á relevância da mensagem de Noé para a sua época.

Quer saber mais sobre o Livro que tudo revela? Então clique aqui.

REFLEXÃO: “Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda darás testemunho, acompanhando a maioria, para perverteres a justiça; nem mesmo ao pobre favorecerás na sua demanda” (Êxodo 23:2-3)

Fonte: Tempo de Esperança, p. 18, 19.

¹ Shervert Frazier, Psychotrends: What Kind of People Are Becoming? (Nova York: Simon & Schuster, 1994), p.15.

Um comentário:

Prazer,Day ! disse...

Muito interessante como o tema e assunto foram abordados.Que Deus abençõe.
Dayana

Related Posts with Thumbnails